A família dos tesourinhos

Seguidores

Apelo

Encontrei este blog , com o qual identifiquei-me na situação que esta mamãe está a passar, porque já passei por algo semelhante, sei dar o valor. Quem quiser e puder ajudar com roupinha de bebé e coisas de bebé que já não usem.

segunda-feira, 4 de abril de 2005

Um domingo bem preenchido

O pai foi para o passeio dos motardes e nós fomos passar o dia com a tia Urânia e primas.
Por volta do meio-dia e pouco fizemos rumo a Angra do Heroísmo.
Apanhamos a banda filarmónica União Sebastianense a tocar à frente do carro, durante um certo percurso. Pelo menos fomos a ouvir a banda a tocar.
Chegamos a Angra e fomos ao hiper, comprar algumas coisinhas que já estavam em falta.
O Marco António nunca tinha andado sentado no carrinho das compras, costumava ir naquele que tem cadeirinha de bebé pequenino, mas já ficava apertadinho lá. Sentei-o no lugar próprio, pensava que ele poderia se desequilibrar, mas o pequenote manteve-se sempre direitinho no assento.
Algumas pessoas faziam-lhe festa e ele sorria para elas.
Depois fomos para a Terra-Chã para casa da tia. As primas ficaram felizes quando o viram.
Andou de aranha pela casa da tia, mas o melhor foi no quintal. Tocou no Serra da Estrela sem medo nenhum (eu é que tenho medo pois um cão por mais bom que seja não deixa de ser um animal), andava então eu sempre a ver se ele não se chegava para o cão.
Parecia maluquinho, ele já não corre com a aranha. Ele voa! Teve ocasiões que parecia que ele ia virar junto com a aranha.
A tia precisou de uma coisa do mercado, então fomos com as primas lá. A senhora do mercado pensava que o Marquinho já andava, pois ela estava a pensar que ele já tinha um ano, mas eu disse ele ainda não tem onze meses, está quase a fazer os 11 meses. “Há! Ele é grande!” disse depois a senhora.
Pelo caminho de regresso a casa da tia, ouvimos um cão a ladrar, então o Marco disse: ão, e foi pelo caminho a dizer: miau, miau, miau. Este pequeno agora anda a imitar os sons que ouve.
Almoçamos e o Marquinho também quis provar a canja que a tia fez, e gostou (que é que ele não gosta que seja de comer? Ainda estou para descobrir isso).
Mais tarde apareceu a tia Lurdes e fomos à cidade ao café. O Marco comeu lá a sua papinha enquanto as primas bebiam um sumo e as tias o seu cafezinho.
Como estávamos perto do Jardim Público fomos lá passear. Ainda nunca tinha ido com o Marco António ao jardim.
Ele estava tão feliz que batia as perninhas de contente. Subimos para a plataforma de cima do jardim (para quem não conhece o jardim é com sucalcos terminando no pico da Memória, um monumento, onde se avista um bom pedaço da cidade e arredores), fomos para a zona de lazer das crianças. A tia Lurdes sentou-o num balanço pequenito, ele agarrou-se com força e balançava-se.
Depois regressamos a casa da tia. Enquanto fazia a sopinha com nabos frescos do quintal da sua tia, para o jantar do Marquinho ele brincava na aranha. Até que abriu os armários da tia, e mais do que uma vez o fui apanhar com um copo de vidro na mão.
Entretanto começamos a ouvir um barulho como trovoada ou um avião a passar, a tia Urânia perguntou que barulho é este? E eu disse parece a ser um avião a passar. Mas pela janela da cozinha comecei a avistar os motardes a passarem, fomos a correr para a porta da sala ver as motas a passarem lá vimos o papai que ia em último lugar a ultrapassar as outras motas.
Jantamos e depois quando fomos embora, levamos a prima Sofia para a sua casa, aproveitamos para a madrinha se puder despedir do Marco António que já dormia na sua cadeirinha do carro, pois ela embarcou hoje para Lisboa para continuar o seu curso universitário de Pedopsicologia.
Quando chegamos a casa o gato Espertalhão foi-nos esperar à porta e acompanhar-nos até à do quintal para irmos dar a ração aos gatos. O Marquinho que tinha chegado a dormir, parece que lhe dá o cheiro do gato e acordou. Lá fomos tratar da bicharada.
Quando o papai chegou o Marco António já dormia.

7 comentários:

Rita disse...

Ora aí está um domingo cheio de acção. Mas a parte que mais gostei foi o Marquinho no carrinho do supermercado. Devia estar tão giro...

Beijinhos

Rita e Vasquinho

Ana Alves disse...

Olá, Aninha:

Que lindo domingo!! Deve ter sido super divertido. :-)

Adoro ler as aventuras do Marquinho, cada vez mais... :-)


Beijinhos Enormes


Ana e Clarinha
www.princesaclarinha.blogspot.com

Carla O. disse...

Um domingo em cheio, Ana!
E estiveste pertinho de mim, pois moro na Canada dos Folhadais. Um dia temos que combinar um encontro, que achas?
Um beijo grande a ambos,
Carla e piscos

Ana Rodrigues disse...

Mas que domingo cheio de coisas boas para o Marquinho!

beijinho

Catarina Agostinho disse...

OLÁ ANOCAS!
TB ME ACONTECEU O MESMO QUANDO FOI AO INTERMARCHE NUNCA LEVAVA O JOÃO NO CARRINHO DAS COMPRAS ERA SEMPRE NAS CADEIRINHAS, MAS NO SABADO LEMBREI-ME DE O PÔR NO CARRINHO, NUNCA SE LARGOU E NEM SE DESEQUILIBROU, SÃO UNS AUTÊNTICOS HOMENZINHOS...LOL
BEIJOCAS PARA VOCÊS OS DOIS!
CATARINA E JOÃO
TENS UM BLOG MUITO BONITO!

Márcia Lopes disse...

Olá,
obrigado pela visita que fizeste no meu blog .
Beijocas.
Márcia

Diabinha e Biscoitinha disse...

A Alexandra adorou quando no Jumbo aluguei um daqueles carrinhos que tem um carro de brincar com volante e umas portinhas, ia toda inchada. Ler as tuas estórias dá-me uma vontade de conhecer os Açores, e olha que eu tenho medo de alturas e disse sempre que não me apanham num avião.

Carinhas larocas


Create Fake Magazine Covers with your own picture at MagMyPic.com



Create Fake Magazine Covers with your own picture at MagMyPic.com


Recordando o tesourinho


2º Aniversário de Marco António


3º aniversário do Júlio César

Miminhos